terça-feira, 6 de julho de 2010

Estrepolias - 89



Tudo bem que eu sou um moço bom e obediente.  Prova disso, por exemplo, é que depois do dia 01 de setembro, quando fiz a operação com o Xande, NUNCA MAIS eu coloquei um pedacinho de chocolate na boca.
Falou “não pode”, deletei da minha lista de desejos.
E olha que eu era louco com chocolate.

Mas isso[1] não quer dizer que não posso e acabou.  Fico o dia inteiro pensando em que estrepolias eu posso fazer, sem que me custe caro.

Descobri uma loja aqui em Belo Horizonte que vende sorvete sem leite, à base de água. Chama Ease Ice.  A Nestlé também tem uns de limão e abacaxi.  Eles chamam de sorbet.  Estava chapando nos de amora e limão quando Diana, minha personal nutricionist me alertou pra eventuais conservantes, sódio e outras porcarias que era melhor eu deixar de lado.  Pra piorar, Ada, minha personal dentist, ficava me horrorizando pra evitar o açúcar por causa de cárie.

Acabei inventando uma forma que ninguém pode abrir a boca.  Pego pedaços de melancia (que nessa[2] época estão maravilhosas), pico em pedacinhos e depois bato no liquidificador.  Sem água e sem açúcar.  Só a fruta[3].

Aí, coloco no congelador e deixo ficar meio frapé.  De vez em quando tiro, chacoalho, e coloco no congelador de novo.

Sai um sorbet fantástico.  Aí eu tenho só que limitar a um copinho por dia, apesar da vontade de tomar baldes.

Fica maravilhoso por vários motivos.  Primeiro, que o sabor é divino.  Segundo, que dá um prazer suplementar pelo fato de parecer transgressão

E se tem uma coisa que eu sempre gostei na vida foi essa[4] tal de transgressão...






[1] Nunca sei quando o certo é “isso” ou “isto”.  Já me deram umas quinhentas regras, mas todas conflitantes e com exceção.  Mas nunca sei.  Por favor, larguem do meu pé.
Falando nisto, travei agora, sem saber se era excessão.  Obrigado, Aurélio on line.
[2] De novo...
[3] Sem a casca, ça va sans dire
[4] De novo...

16 comentários:

Digo disse...

Fico feliz com a sua adesão ao movimento "Kaká Bad Boy".

Parabéns por essa Vida Loka!

Vivi e Tia Regi, cadê vcs?

Anônimo disse...

Nem Vivi, nem Aninha... :) Isso (ou será isto?) é que é exceção (ou será excessão?)

Adriana disse...

E outra coisa que você sempre gostou na vida foi melancia.

Transgressão + melancia = PARAÍSO

Que bom que encontrou essa alternativa...

Beijos

PC disse...

Fala se não é de deixar a gente louco, essas dúvidas, anônimo?

Adriana disse...

E outra coisa que você sempre gostou na vida é melancia.

Melancia + transgressão = PARAÍSO

Que bom que a gente encontra essas alternativas, né?

Beijos

Digo disse...

Repito o que eu já te disse:

Você está malcriado igual o Kaká Bad Boy!

Um dia o Kaká tomou banho de chuva com a garganta inflamada!!

Cara, vcs dois estão muito Vida Loka!!

Leo disse...

Se tiver algum ingrediente proibido nesta sugestão, por favor ignore

1. pegue uma berinjela crua e corte em fatias mais ou menos finas (um dedinho de largura)
2. coloque as fatias numa forma
3. em cima de cada berinjela, pingue uma gotinha de azeite e espalhe com o dedo
4. coloque em cima de cada fatia um pouco de molho de tomate e uma folha de manjericão
5. coloque um pedacinho de queijo
6. leve ao forno até o queijo derreter.

Anônimo disse...

transgressão!!! :)

vivi disse...

hunn...melancia...q saudadess]!!!!

vocÊ ta muito mudado...ta ficando rebelde ai?????



bjosaudosos

PC disse...

Leo, risco zero, ao que parece. E dá a impressão de que estou comendo uma cepa de uma pizza marguerita. Você entendeu exatamente o espírito da estrepolia.

PC disse...

Paraíso mesmo, Adriana.
Foi a melhor descrição. (1)

(1) Eça eu cei. Quando é ato ou efeito de, é ç.

PC disse...

Boa idéia, anônimo.
Pra transgredir de uma vez, transgreção.
Vai encarar?

lina disse...

banana pode?? Tenho uma receita prá lá de ótima.A banana tem de estar bem madura e congelada !!! Se puder darei mais detalhe...
Sabe que visitei a fábrica da Kellogs em 1977 (em Bufalo?) bjs

PC disse...

Nem por um cacete.
Banana é puro potássio.
Beijos

PC

Renata Feldman disse...

Ai, ficar sem chocolate... Nem um pedacinho, PC? Só de vez em quando? A melancia é um ótimo recurso, mas pra chocólatras como eu, o drama ia ser grande...
Beijos

PC disse...

Tem um pé de moleque campeão na minha família, Renatinha.
Na primeira oportunidade, guardo um monte pra você.