terça-feira, 22 de março de 2011

Pesquisa - 152


Odeio contar o final do filme já na ilustração.  Mas é só pra você ver que eu só ando com louco delirante...
Tem um volume da coleção do Valente em que ele foi conquistar não sei o que na África.  Em um outro que ele veio na América e ganhou de uma reca de índio cheyenne.
Pode?

Mas aí, no post de São José, Sakana-san aparece no comments, desesperada, pedindo desculpas pela invasão, querendo fazer uma pesquisa com o Tomás.  É que ela inventou de fazer Biologia enquanto espera o duplo transplante e tinha que pesquisar sobre preferência de animais de zoológico com crianças.

Como eu conheço Tomás como a palma da mão, respondi o questionário pro menino.
-  Pode cravar aí no hipopótamo, sem medo.  Eu garanto,  De segundo, o gorila, o Idi-Amin.
Diogo, mais comedido, chamou minha atenção e previu controvérsias.
-  Sei não, pai.  Pode ser o Leião[1].

Hoje Tomás apareceu pro almoço e resolvi aplicar o questionário direto no público alvo.  Pergunto pra ele o bicho que ele gostava mais, quando ia ao Jardim Zoológico.
Frenético, Tomasinho coloca o cotovelo no nariz, braço pra frente, e saiu gritando uóóóóóó, numa irretocável imitação de elefante.

Vai entender...



ps:  Não esquece que a VII NefroWalker – I Volta da Praça da Estação é hoje, quarta.  A última.
Depois de rodar pelo Museu de Artes e Ofícios, a gente vai esticar no 104, ouvindo um jazz com o Mauro Continentino.  
O Museu vai rolar de graça.  No 104 tem um couvert de 10,00




[1] Que nem ele fala...


 

2 comentários:

Paulinho Saturnino Figueiredo disse...

Querido xará, fica bravo comigo não. Tudo pronto e planejado para atravessar a cidade rumo ao MAO, e, na hora agá, uma zebrinha (fosse ao menos um elefantinho...) em casa me desviou... quando me liberei já era muito tarde, já que sair da região da Pampulha em direção ao centro, hoje em dia, é tarefa pra monge budista. Vim aqui caçando relatos, mas cheguei cedo... Mil perdões.

PC disse...

Perdeu por pouco.
Já está lá.

Estamos pensando em uma gafieira, na próxima.
Começa a pensar no assunto.

Beijos na Katita