quarta-feira, 2 de março de 2011

A luta continua - 150



Fiquei na dúvida se você ia ler este post.
É que ele foi originalmente escrito pra fechar a edição destes lero-leros do blog em um livro.
Brincando, brincando, já é o segundo volume que a gente reuniu.
Que, claro, você não vai encontrar em livrarias porque eu produzo o livro em gráfica rápida só pra eu fazer sucesso com a mamãe e para distribuir para pacientes de clínicas renais.

Marcelo Xavier, meu irmão, fala que eu sou doido, pelos riscos de direito autoral.  Mas, pra minha defesa, eu tenho o fato de não ser exatamente um livro.  É mais um xérox, metido a besta.  Por isto, o livro não é vendido[1].  Só dado, pra quem, de alguma forma, pode, ao ler,  enxergar possibilidades de conviver melhor com as dificuldades.

Eu só acho uma pena porque no livro quem lê não tem acesso às trocas que quem segue o blog faz comigo.
Mesmo lendo o livro, ainda vale a pena sempre acompanhar A Saga de Valente na web.

Conforme você viu aqui, como a busca da cura está dando certo, este volume está uma abobrinha só.  Graças a Deus, não tenho mesmo muita coisa pra falar sobre doença.

Tomara que continue assim nas próximas histórias.



[1]  Sem mencionar, por narcisismo, a qualidade editorial rasteira.

14 comentários:

B disse...

O que? Esta acabando???
Nunca!
Blog eh um buraco negro que te consome... Mas ao mesmo tempo, quando vc para de escrever, da uma saudade! Experiencia propria!

PC disse...

Acabando, nada, como diz Tomás.
Completou o segundo volume em livro.
Continua na cola, B.

ps: Confirmei minha teoria. Flavinha só solta o cabelo quando está com você.

Leo disse...

um ponto interessante, pq realmente, nos blogs, os comentários certamente são parte integrante da obra, mas inexplicavelmente, nenhuma blog que eu já vi exporta os posts COM os comentários.

se tivesse jeito, seu livro devia ter os comentários tb, como notas de rodapé ;-)

PC disse...

Acho que é preguiça minha, de copiar e colar os comentários.
Mas tem o lado bom: quem lê o livro TEM que ir no blog.

ps: Estou encantado com as palavras andantes, do Galeano. Acho a minha cara, a primeira história, quando ele fala que é obrigação do escritor inventar. É o segundo aval, desde que eu me descobri mentiroso...
Aliás, acho que vou postar alguma coisa sobre isto. Boa idéia!!!

Anônimo disse...

Fico feliz de acompanhar e ser cúmplice nas histórias deste blog, principalmente as aumentadas. Mas vou te falar que eu prefiro ele no papelinho, ao invés de virtual.

Continue com fé, que a fé não custuma faiá....

Bjs

Continuo anônima pra facilitar minha vida e evitar problemas com o blogger

redatozim disse...

no papel, na internet, importante é o final feliz e a caminhada bela.

Flávia Coelho disse...

É o 2º "OBRIGADO" é realmente gratificante qdo abro o blog e vejo postagem nova.
Temos aprendido muito com tudo isto. Que venha o terceiro.
Bj gde

Mariza disse...

Oi Moço!
Queremos um exemplar "do livro"... Temos chances??
Esta história tem que ser guardada com muito carinho.
Estamos aguardando!
I love it!

PC disse...

Anônimo, minha filha, num faia de jeito nenhum.
Beijos

PC disse...

Ando gostando bem da minha companhia, Maurilo

PC disse...

Nós todos, Flávia Coelho

PC disse...

Combinei com o Rodrigo, Moço.
Dá 50,00 pra Taúta e o livro é seu.
Beijos

Mariza disse...

Que bom PC,
sendo assim vou procurar a Tauta.
Vou mandar prá minha mãe.Ela gosta muito de ler.
Beijos!!!

PC disse...

O primeiro portador, eu mando pra Dona (Z)Ilda.
Beijos